Faculdade Paranaense | FACCAR. Ensino Superior é Faculdade Paranaense

Curta a Página da FACCAR no Facebook Siga a FACCAR no Twitter Adicione o Perfil da FACCAR no Google+

Voltar para Página Anterior

Docente da Faccar visita EUA em Intercâmbio

Adicionado em Qua, 23 de Agosto de 2006 21:00

O docente da Faculdade Paranaense- Faccar, professor Fabio Benito Pozza, esteve no último mês de abril visitando os EUA, mais precisamente o Estado de Indiana, na região dos grandes lagos, próximo ao Canadá, onde também enfrentou temperaturas bastante baixas.

No último dia 22 de agosto, no anfiteatro da Faccar, Pozza proferiu palestra aos acadêmicos do curso de Administração para relatar as experiências vividas nestes 34 dias de viagem. Pozza participou da viagem graças ao IGE- Intercâmbio de Grupos de Estudos da Fundação Rotária, do Rotary International. Comentou que é uma experiência única em termos culturais e profissionais para jovens de 25 a 40 anos em início de carreira. Disse também que o programa oferece subsídios para a viagem de equipes que visitam diferentes países.

Neste sentido, durante um período de quatro a seis semanas, os integrantes das equipes estudam as instituições e o modo de vida do país anfitrião, além de observar como suas profissões são exercidas no exterior, estabelecer amizades e trocar idéias. Dentre os requisitos para participar do intercâmbio estão: ter entre 25 a 40 anos, formação superior com bom histórico profissional, boa capacidade de adaptação e relacionamento interpessoal, e em alguns casos, fluência no idioma do país a ser visitado.

Neste ano de 2006 foi a vez dos EUA, em 2007 está prevista uma viagem do IGE para as Filipinas, e em 2008 para a Finlândia.

Pozza saiu do Brasil no dia 30 de março com retorno previsto para o dia 3 de abril. Visitou Fort Wayne, Warsow, South Bend, Michigan City, Chicago e New York, além de outras pequenas cidades num total de 20 municípios. Foram mais de 21 mil quilômetros percorridos nestes mais de 30 dias.

Da equipe constavam Fabio Pozza, (administrador); Marcelo Ferraz (jornalista); Caroline Dario (arquiteta); Fernanda Gorini (dentista) e um líder (Rotariano), ressaltando que os integrantes da equipe não podem ser membros do Rotary.

Nas universidades visitadas Fábio constatou uma infra-estrutura muito superior a de nossas instituições, com ensino superior totalmente privado, onde há grande investimento em pesquisa. Porém há de se ressaltar que o custo é bastante elevado, entre 30 e 40 mil dólares por ano para o curso de Administração numa universidade das menores, podendo chegar a 100 mil dólares em uma universidade de ponta. Há também um alto grau de exigência (período integral), com maior carga horária para os acadêmicos, além da descentralização, pois as universidades estão localizadas em pequenos municípios e não em grandes centros.

Pozza também visitou empresas, proferiu palestras junto com sua equipe para associações comerciais e rotarianos, e assistiu a inúmeros depoimentos de americanos que mal conhecem o Brasil e nos confundem com hispânicos. Neste sentido a equipe demonstrou, através de áudio visuais, as características de nosso país bem como sua posição em relação aos demais países do mundo, ocupando o quinto lugar em extensão territorial. Pozza comentou que os americanos demonstraram grande interesse em determinadas características de nosso país, como a tecnologia do etanol para os veículos (lá utilizam gasolina e diesel) e a urnas eletrônicas que possibilitam a apuração dos votos em poucas horas após o pleito.

Enfim, Pozza afirmou que os americanos são bastante simpáticos e receptivos, e que seus costumes não diferenciam muito dos nossos, mas quanto à cultura há muitas diferenças. Dentre as que mais impressionou o docente foi a de que lá se preocupam muito com a comunidade, havendo grande engajamento das pessoas na decisão de quem comandará o município e as associações e conselhos comunitários. Fábio Pozza também lembrou que lá o que é público, assim como uma praça ou monumento, passeio ou jardim, é de todos e para isso precisa ser preservado. Igualzinho ao Brasil, você não acha?  

Fábio Pozza agradeceu a Faculdade Paranaense – Faccar, através de sua mantenedora, que possibilitou a ele se ausentar durante este período da instituição, lembrando que houve remanejamento de docentes e conseqüente reposição das aulas para que os alunos não fossem prejudicados.

Rua Dom Pedro II, 400 | Jardim Horácio Cabral | CEP: 86604-160 | Rolândia / PR - Fone/Fax: 43 3255-8500.
Saiba o Horário de Atendimento da FACCAR

© 2006 - 2019 - Todos os direitos Reservados.
Faculdade Paranaense - FACCAR
Rua Dom Pedro II, 400 Rolândia, PR 86604-160